A maconha pode ajudar na recuperação pós-treino?

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Os dias de descanso são muito importantes para as pessoas que se exercitam regularmente. Quanto mais as pessoas se exercitam fisicamente, mais elas percebem o quanto esses dias de folga são importantes. Mas será que a Cannabis pode desempenhar um papel nesse período de inatividade?

Todos os exercícios causam estresse no corpo, rompendo músculos e causando inflamação. Embora esse processo pareça um pouco perturbador, é uma coisa boa, pois permite que o músculo se reconstrua e fique mais forte (sem falar nos benefícios que seu corpo experimenta como resultado da perda de gordura e melhora da saúde cardiovascular).

Não foram realizadas pesquisas científicas sobre a Cannabis e seus efeitos sobre o corpo após o exercício, mas há uma crescente comunidade de pessoas que gostam de se exercitar enquanto estão sob o efeito da Cannabis, relatando melhores resultados graças à erva.

Mesmo que saibamos que a Cannabis possui muitos agentes anti-inflamatórios, os cientistas ainda não sabem o suficiente para dizer quanto do composto pode produzir alívio ou reduzir a inflamação quando aplicado ao treinamento de força e aos exercícios em geral.

“Definitivamente tornará a dor muscular tardia no início, menos desagradável, o que pode levar você a voltar à academia mais rapidamente”, disse Jordan Tishler ao Men’s Journal.

O Dr. Tishler explica que a Cannabis tem algumas propriedades para aliviar a dor e que pode fornecer alívio para sessões de treino particularmente cansativas, semelhante ao efeito que se obteria ao tomar um Advil. Ele acrescenta, porém, que é menos arriscado.

Outros especialistas acreditam que a maconha pode ajudar a tratar diferentes condições que têm uma influência significativa no desempenho atlético, como sono e dor. Eles destacam o CBD como um composto de destaque, que pode fornecer efeitos positivos em longo prazo para exercícios e recuperação de exercícios sem os altos associados ao THC.

“O CBD parece ter um efeito antioxidante muito maior que a vitamina C ou vitamina D; muitos atletas estão usando isso para lidar com a inflamação”, diz o Dr. Stuart Titus à Men’s Health.

Embora a Cannabis tenha ganhado alguma força entre os atletas, é necessário realizar mais pesquisas para obter respostas definitivas. Enquanto isso, se você gosta de maconha, por que não a incluir em seus treinos? Se você deseja manter as coisas saudáveis, tente consumir uma tintura comestível ou CBD e veja como o seu corpo responde.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER